Comerciantes são detidos por manter focos de dengue em Paranavaí

18 abril, 2013


Dois comerciantes foram detidos por crime ambiental em Paranavaí (a 77 km de Maringá) por não cumprirem notificações para eliminar focos do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti.
Segundo a Polícia Militar (PM), por volta das 9h30, a corporação deu apoio à Promotoria e órgãos de vigilância sanitária na Avenida Gabriel Esperidião, no Jardim Morumbi. No local, onde funciona um ferro-velho e uma loja de autopeças, foi constatado que havia focos de dengue e outras irregularidades.
Os proprietários, de 40 e 53 anos, receberam voz de prisão da promotora, por crime ambiental, e ambos foram conduzidos para a delegacia para as providências cabíveis. De acordo com a Polícia Civil, os acusados haviam sido notificados anteriormente para que tomassem providências quanto à situação do local, o que não ocorreu, e o grupo foi até o local conferir a situação.
A Polícia Civil informou que os dois presos pagaram fiança no Fórum, e vão responder ao processo em liberdade.
Epidemia
Com duas mortes em decorrência de complicações da dengue registradas neste ano, Paranavaí foi confirmada em epidemia no dia 21 de janeiro deste ano. O município, que tem 81.595 habitantes, já tem 6.836 casos confirmados de dengue e 9.334 notificações contabilizadas pelo boletim da situação da doença no Paraná (dados atualizados até segunda-feira, 15). O índice de incidência está em 7.906,12 - conforme o Ministério da Saúde, a situação epidêmica se configura com incidência superior a 300 casos por 100.000 habitantes).
Larissa Ayumi Sato

0 comentários:

Postar um comentário

Sua opinião é importante, porém a responsabilidade desta é totalmente sua podendo haver réplica quando se fizer necessário.Obrigado.

 
 
 

MARCADORES

. (1) 00 PARA ACS E ACE (1) 1.090 (1) Aedes aegypti e a sua piscina. (1) Alerta sobre a dengue. (11) Aline morreu de dengue. (1) Aos vereadores do Recife. (1) Arbovírus (1) Caramujos (1) carros abandonados na rua. (1) casos de denúncias (1) Chicungunha (1) Combate à dengue (196) Como eliminar... (12) concurso público (4) Conferência do Recife (2) Conjuntivite (1) convocação do sindicato (1) dengue e a homoterapia (3) dengue e a medicina (3) Dengue e Chikungunya (7) Dengue e Chikungunya e Zika (3) Dengue e Ciência (5) dengue e leptospirose. (1) Dengue e o Sindicato (1) dengue e tecnologia (2) Dengue em estado de epidemia. (1) dengue em recém-nascido (1) Dengue no sertão (2) Denúncias (4) Dicas de segurança (1) Educação e Saúde. (1) Efetivação de asaces e acss (1) Epidemia de Dengue (5) epidemiológia (2) Estado de abandono (1) Estatuto do Servidor. (1) febre amarela (1) Focos em terrenos baldios. (1) Focos perigosos de Dengue. (1) Gripes (1) Larvicidas (3) Legislações (4) leis (1) Levantamento de Índice Rápido.(LIRAa) (1) mapeamento de ruas (1) maximizar no combate a Dengue. (2) meio ambiente (2) Microcefalia (3) Nomeação (1) Novos Vírus (1) Oswaldo Cruz (1) Outras Endemias (12) Outras endemias. (1) PAGAMENTO DOS ACS E ACE. (1) piso nacional para agentes de saúde (1) PLANO DE CARGOS (1) Politica (10) Politica e Saúde. (70) PQA VS (1) Pragas Urbanas. (2) Prefeitura mantém a proposta de 4% (1) REPELENTE. (3) Resultado da DENGUE no estados (1) Risco de morte (1) Roedores (1) SALÁRIO (1) SALÁRIOS DE R$:1.090 (1) Saúde Pública (13) Servidores da PCR não aceitam 4% (1) Tecnologia no combate à Dengue. (8) UBV-Recife (1) Utilidade Pública (2) Vacinas (3) Vacinas. (1) Verdades e Mentiras (1) Vigilância Ambiental (4) Vigilância Sanitária (1) Viroses (3)

Arquivos

Sérgio Roberto. Tecnologia do Blogger.