Dicas de segurança ao Agente de Saúde e Combate a Endemias

02 agosto, 2013

Dicas de segurança.

           Apesar de trabalhar, havia mais de dez anos,  em atendimento a clientes fazendo  visitas residenciais, até então não havia me dado conta do nível de informação que os marginais estão tendo nos dias de hoje e das facilidades com que se obtém fardamentos, crachás  no intuito de  adentrarem em residências e comércios.
                Atualmente sou Funcionário Publico Municipal na área de saúde e exerço a função de Agente de Saúde Ambiental e Combate a Endemias (ASACE) onde a maior parte do trabalho está em combater a proliferação do mosquito transmissor da DENGUE, desta forma se faz necessário entrar nos imóveis. Porém, já fiz parte da gloriosa Policia Militar de Pernambuco por mais de cinco anos, tenho curso de vigilância patrimonial entre outros e por este motivo me habilito a dar algumas dicas de segurança na hora em que essas visitas baterem a sua porta.
           Saliento antes de prosseguir, que já no começo de novembro do ano passado à gestão do Distrito Sanitário VI, mesmo diante de algumas mudanças, optaram pela manutenção dos seus agentes em suas respectivas áreas de atuação com o compromisso de  facilitar e fortalecer a confiança  entre o agente e a  comunidade. Apesar de a imprensa haver divulgado noticias relacionada a invasões de residências nos últimos dias, estes são casos esporádicos e não condizem com o excelente trabalho da direção deste distrito.

Em relação à visita de inspeção do Agente de Saúde.

1.    Quando o agente bater a sua porta e você não o conheça, peça sua identificação funcional                    (crachá).
2.    Você mudou-se há uma semana e recebe a visita; além da identificação verifique se houve visitas          anteriores deste agente ou se é do conhecimento dele o nome do agente responsável pela área..
3.     Caso esteja sozinha, se nunca viu o agente antes, agende com o mesmo uma hora em que esteja            acompanhada.
4.     Após a entrada do agente, o responsável pelo imóvel deverá permanecer por todo tempo ao seu             lado.
5.      Não é permitida a entrada do agente quando houver apenas menores, anciãos cadeirantes e ou               pessoa que esteja impossibilitada de acompanhá-lo durante a inspeção à residência.
6.     É obrigatório ao agente novo na área saber pelo menos o nome do agente que substituiu, caso              este não saiba, desconfie.
7.     Em geral o agente faz a visita só, mas em alguns casos poderá estar acompanhado com seu                  supervisor, aplique regra 1, 3 ou 4.

Em relação à segurança do agente durante trabalho de inspeção

1.      Mantenha distância do portão de entrada do  imóvel ao se  apresentar ao morador no início  de             cada visita e desta  forma você não corre o risco de ataques de ser atacado por algum cão.











2.    Cultive afinidade por alguns moradores da  comunidade a  fim de obter informações referentes a            atividade da  policia no confronto com marginais na área e desta  forma analise sobre  sua segurança      pessoal.  


   






















3.  Áreas onde o trafico de e drogas é ativo o melhor horário de  visitas se faz pela manhã.
4.    Caso note alterações comportamentais no morador antes de adentrar no imóvel,  saia  imediatamente      e se possível agende outro horário para visita.
5.   Imóveis em estado de abandono o cuidado deverá ser redobrado,  pois em muitos casos são                  utilizados por marginais com finalidades diversas. O melhor neste caso é se informar sobre a                situação na residência ao lado.
6.    Se o agente está começando o trabalho em uma nova área, é de suma importância que este      seja        informado sobre as atividades do agente que ali trabalhou nos últimos dois ciclos.
7.    Em alguns imóveis que funcionem atividades clandestinas (casas de jogos), dinamize ao máximo sua      visita, porém seja discreto pra que não haja impedimentos futuros em sua ação.



Considerações Finais

                Espero ter contribuído com essas informações para um melhor desempenho de sua função dando ênfase a este assunto que não foi tratado em sala de aula durante o curso introdutório ou em capacitações realizadas pelos três Distritos Sanitário em que já trabalhei.

Sérgio Roberto
Agente de Combate a Endemias.

DS-IV

0 comentários:

Postar um comentário

Sua opinião é importante, porém a responsabilidade desta é totalmente sua podendo haver réplica quando se fizer necessário.Obrigado.

 
 
 

MARCADORES

. (1) 00 PARA ACS E ACE (1) 1.090 (1) Aedes aegypti e a sua piscina. (1) Alerta sobre a dengue. (11) Aline morreu de dengue. (1) Aos vereadores do Recife. (1) Arbovírus (1) Caramujos (1) carros abandonados na rua. (1) casos de denúncias (1) Chicungunha (1) Combate à dengue (196) Como eliminar... (12) concurso público (4) Conferência do Recife (2) Conjuntivite (1) convocação do sindicato (1) dengue e a homoterapia (3) dengue e a medicina (3) Dengue e Chikungunya (7) Dengue e Chikungunya e Zika (3) Dengue e Ciência (5) dengue e leptospirose. (1) Dengue e o Sindicato (1) dengue e tecnologia (2) Dengue em estado de epidemia. (1) dengue em recém-nascido (1) Dengue no sertão (2) Denúncias (4) Dicas de segurança (1) Educação e Saúde. (1) Efetivação de asaces e acss (1) Epidemia de Dengue (5) epidemiológia (2) Estado de abandono (1) Estatuto do Servidor. (1) febre amarela (1) Focos em terrenos baldios. (1) Focos perigosos de Dengue. (1) Gripes (1) Larvicidas (3) Legislações (4) leis (1) Levantamento de Índice Rápido.(LIRAa) (1) mapeamento de ruas (1) maximizar no combate a Dengue. (2) meio ambiente (2) Microcefalia (3) Nomeação (1) Novos Vírus (1) Oswaldo Cruz (1) Outras Endemias (12) Outras endemias. (1) PAGAMENTO DOS ACS E ACE. (1) piso nacional para agentes de saúde (1) PLANO DE CARGOS (1) Politica (10) Politica e Saúde. (70) PQA VS (1) Pragas Urbanas. (2) Prefeitura mantém a proposta de 4% (1) REPELENTE. (3) Resultado da DENGUE no estados (1) Risco de morte (1) Roedores (1) SALÁRIO (1) SALÁRIOS DE R$:1.090 (1) Saúde Pública (13) Servidores da PCR não aceitam 4% (1) Tecnologia no combate à Dengue. (8) UBV-Recife (1) Utilidade Pública (2) Vacinas (3) Vacinas. (1) Verdades e Mentiras (1) Vigilância Ambiental (4) Vigilância Sanitária (1) Viroses (3)

Arquivos

Sérgio Roberto. Tecnologia do Blogger.