Dengue avança e Itu recorre ao Exército

04 maio, 2013


Em apenas quatro meses, Itu já registrou 420 casos de dengue. Deste total, 398 foram contraídos no próprio município (autóctones) e apenas 22 são importados de outras cidades. Esse número está muito acima do ano passado, que somou 31 casos confirmados da dengue, sendo dez deles importados. Para tentar conter o avanço da dengue na cidade, a Prefeitura firmou uma parceria com o Exército, que disponibilizará 60 militares para atuarem em conjunto com os 50 agentes do Controle de Vetores, que participam do programa de combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Embora o número de casos confirmados de dengue ainda não configure uma epidemia, a Secretaria de Saúde de Itu considera que a situação é de alerta e requer cautela por parte dos autoridades em saúde e também da população, para a adoção de medidas preventivas para impedir o aparecimento de novos focos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é configurado epidemia quando o município atinge a proporção de 300 casos por mil habitantes. Itu tem atualmente uma população de 154 mil habitantes.

O número de casos confirmados em Itu neste ano já superou até mesmo o registrado em 2011, quando houve a maior incidência na cidade, com 219 pacientes diagnosticados no primeiro quadrimestre do ano. Atualmente, os bairros com maior casos de dengue estão na região do São Judas e Vila Progresso. De acordo com a Prefeitura, o trabalho de combate à dengue no município é realizado de forma contínua, ao longo do ano, pela equipe do Departamento de Controle de Vetores e do serviço de Vigilância Epidemiológica no controle larvário.

A partir de segunda-feira, essa ação passará a contar com o apoio dos militares do Exército, que atuarão na inspeção de imóveis e terrenos para a eliminação de possível focos do mosquito. A primeira região a ser atendida pelos militares é do Pirapitingui, a mais populosa de Itu, com compreende um total de oito bairros. Em seguida, a ação se estenderá para as demais regiões da cidade.
 
Votorantim 
Em Votorantim, os casos confirmados de dengue nos primeiros quatro meses deste ano também já superaram todos os casos de 2012. De acordo com o último levantamento, até o dia a 29 de abril foram 113 pacientes diagnosticados, sendo 105 autóctones e 8 importados. Em todo o ano passado, houve apenas um caso confirmado na cidade. Já no comparativo a 2011, quando houve a maior incidência da doença, com um total 289 pacientes, o município ainda se mantém abaixo. 

A Secretaria de Saúde do município informou, por meio da assessoria de imprensa, que desde o início do ano, a dengue tem recebido uma grande atenção, com a intensificação dos trabalhos de combate aos focos do mosquito. Apenas no primeiro trimestre deste ano foram realizados mais de 8 mil vistorias em imóveis e 2.693 operações de nebulização. A Prefeitura também aumentou a equipe que atua nos trabalho preventivo, com a contratação de 12 novos agentes de controle de endemias. 

De acordo com a administração municipal, o número elevado de casos em várias regiões do país e também em cidades próximas a Votorantim demonstra que o problema não é isolado. "A dengue é uma doença que causa preocupação, pois o controle não depende apenas do investimento e dos esforços do poder público, sendo que a parte mais importante é a prevenção que é feita nas casas", citou em nota.
 
Sorocaba em alerta 
O avanço da dengue nas cidades da região tem sido motivo de alerta também para as autoridades em saúde de Sorocaba, devido ao risco de importação de novos casos da doença. A diretora da Área de Vigilância em Saúde da Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES), Daniela Valentim dos Santos, reconhece que o aumento do número de casos da doença em qualquer situação é motivo de alerta e reforça a necessidade de manter as ações semanais de combate ao mosquito transmissor, especialmente nos domicílios. 

Ela destaca também que ações de comunicação, visando principalmente a prevenção, não atingem somente Sorocaba, mas todos os municípios da região, incentivando a participação de todos na campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti. De acordo com os dados do último boletim divulgado pela Secretaria da Saúde, desde o início do ano até o dia 26 de abril, foram confirmados 543 casos de dengue em Sorocaba, sendo 453 autóctones e 90 importados.

0 comentários:

Postar um comentário

Sua opinião é importante, porém a responsabilidade desta é totalmente sua podendo haver réplica quando se fizer necessário.Obrigado.

 
 
 

MARCADORES

. (1) 00 PARA ACS E ACE (1) 1.090 (1) Aedes aegypti e a sua piscina. (1) Alerta sobre a dengue. (11) Aline morreu de dengue. (1) Aos vereadores do Recife. (1) Arbovírus (1) Caramujos (1) carros abandonados na rua. (1) casos de denúncias (1) Chicungunha (1) Combate à dengue (196) Como eliminar... (12) concurso público (4) Conferência do Recife (2) Conjuntivite (1) convocação do sindicato (1) dengue e a homoterapia (3) dengue e a medicina (3) Dengue e Chikungunya (7) Dengue e Chikungunya e Zika (3) Dengue e Ciência (5) dengue e leptospirose. (1) Dengue e o Sindicato (1) dengue e tecnologia (2) Dengue em estado de epidemia. (1) dengue em recém-nascido (1) Dengue no sertão (2) Denúncias (4) Dicas de segurança (1) Educação e Saúde. (1) Efetivação de asaces e acss (1) Epidemia de Dengue (5) epidemiológia (2) Estado de abandono (1) Estatuto do Servidor. (1) febre amarela (1) Focos em terrenos baldios. (1) Focos perigosos de Dengue. (1) Gripes (1) Larvicidas (3) Legislações (4) leis (1) Levantamento de Índice Rápido.(LIRAa) (1) mapeamento de ruas (1) maximizar no combate a Dengue. (2) meio ambiente (2) Microcefalia (3) Nomeação (1) Novos Vírus (1) Oswaldo Cruz (1) Outras Endemias (12) Outras endemias. (1) PAGAMENTO DOS ACS E ACE. (1) piso nacional para agentes de saúde (1) PLANO DE CARGOS (1) Politica (10) Politica e Saúde. (70) PQA VS (1) Pragas Urbanas. (2) Prefeitura mantém a proposta de 4% (1) REPELENTE. (3) Resultado da DENGUE no estados (1) Risco de morte (1) Roedores (1) SALÁRIO (1) SALÁRIOS DE R$:1.090 (1) Saúde Pública (13) Servidores da PCR não aceitam 4% (1) Tecnologia no combate à Dengue. (8) UBV-Recife (1) Utilidade Pública (2) Vacinas (3) Vacinas. (1) Verdades e Mentiras (1) Vigilância Ambiental (4) Vigilância Sanitária (1) Viroses (3)

Arquivos

Sérgio Roberto. Tecnologia do Blogger.