Casos de dengue caem, mas há risco de surto

02 março, 2012

O país registrou uma redução de 66% nos casos de dengue nos dois primeiros meses do ano, em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo levantamento divulgado ontem pelo Ministério da Saúde. O órgão, porém, destaca que o risco de surto persiste até maio.
Entre 1º de janeiro e 18 de fevereiro de 2012, foram registrados 57.267 casos da doença no Brasil contra 166.016 no mesmo período de 2011. O governo federal afirma que os casos graves caíram 97% e passaram de 2.787 para 93. O órgão destaca ainda que o número de mortes passou de 181 para cinco este ano.


“Continuamos com o risco de surtos de transmissão forte pela dengue 4. Todos devem estar preparados porque é um novo soro, ou seja, nós podemos ter epidemias fortes”, afirmou o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, durante reunião de avaliação do Programa Nacional de Controle da Dengue.



Apesar da queda nacional de casos, o Estado de Tocantins vive uma epidemia da doença. Na cidade de Palmas (TO), os casos de dengue quase quadruplicaram nos dois últimos meses: de 525 em 2011 para 1.965 em 2012 — por 100mil habitantes. A incidência passou de 278 para 1.042 no município.

Os Estados de Mato Grosso e Pernambuco também preocupam o governo federal com cerca de 100 casos por 100 mil habitantes. No Estado do Rio foram registrados 7.182 casos de dengue, nos primeiros 50 dias do ano. No mesmo período de 2011 foram 21.163 casos, com incidência de 132 por 100 mil habitantes.

0 comentários:

Postar um comentário

Sua opinião é importante, porém a responsabilidade desta é totalmente sua podendo haver réplica quando se fizer necessário.Obrigado.

 
 
 

MARCADORES

. (1) 00 PARA ACS E ACE (1) 1.090 (1) Aedes aegypti e a sua piscina. (1) Alerta sobre a dengue. (11) Aline morreu de dengue. (1) Aos vereadores do Recife. (1) Arbovírus (1) Caramujos (1) carros abandonados na rua. (1) casos de denúncias (1) Chicungunha (1) Combate à dengue (196) Como eliminar... (12) concurso público (4) Conferência do Recife (2) Conjuntivite (1) convocação do sindicato (1) dengue e a homoterapia (3) dengue e a medicina (3) Dengue e Chikungunya (7) Dengue e Chikungunya e Zika (3) Dengue e Ciência (5) dengue e leptospirose. (1) Dengue e o Sindicato (1) dengue e tecnologia (2) Dengue em estado de epidemia. (1) dengue em recém-nascido (1) Dengue no sertão (2) Denúncias (4) Dicas de segurança (1) Educação e Saúde. (1) Efetivação de asaces e acss (1) Epidemia de Dengue (5) epidemiológia (2) Estado de abandono (1) Estatuto do Servidor. (1) febre amarela (1) Focos em terrenos baldios. (1) Focos perigosos de Dengue. (1) Gripes (1) Larvicidas (3) Legislações (4) leis (1) Levantamento de Índice Rápido.(LIRAa) (1) mapeamento de ruas (1) maximizar no combate a Dengue. (2) meio ambiente (2) Microcefalia (3) Nomeação (1) Novos Vírus (1) Oswaldo Cruz (1) Outras Endemias (12) Outras endemias. (1) PAGAMENTO DOS ACS E ACE. (1) piso nacional para agentes de saúde (1) PLANO DE CARGOS (1) Politica (10) Politica e Saúde. (70) PQA VS (1) Pragas Urbanas. (2) Prefeitura mantém a proposta de 4% (1) REPELENTE. (3) Resultado da DENGUE no estados (1) Risco de morte (1) Roedores (1) SALÁRIO (1) SALÁRIOS DE R$:1.090 (1) Saúde Pública (13) Servidores da PCR não aceitam 4% (1) Tecnologia no combate à Dengue. (8) UBV-Recife (1) Utilidade Pública (2) Vacinas (3) Vacinas. (1) Verdades e Mentiras (1) Vigilância Ambiental (4) Vigilância Sanitária (1) Viroses (3)

Arquivos

Sérgio Roberto. Tecnologia do Blogger.