Aumenta o número de casos de dengue em Petrolina em 2014

02 novembro, 2014

No estado de Pernambuco, aumentou o número de casos confirmados de dengue em relação ao ano de 2013. Em Petrolina, no Sertão pernambucano, o resultado do último índice de infestação do Aedes Aegypti, o mosquito que transmite a doença, também confirma o crescimento de casos na cidade. Já em Salgueiro, depois da epidemia, a situação está controlada.

O resultado do LIRAa, realizado entre os dias 20 e 24 de outubro, foi divulgado pela Secretaria de Saúde de Petrolina. O estudo aponta crescimento de notificações e casos de dengue confirmados. O último índice de infestação predial foi de 0,6%. Isto significa que em cada 100 casas, menos de uma residência teve um caso de dengue notificado.
Em alguns bairros, como o São Gonçalo, Jardim Petrópolis e Cohab VI, este índice chega a 1,2%. Já nos bairros Dom Avelar, São Jorge e Terra do Sul, esse percentual chega a 2,6%.
Em Pernambuco, os casos de dengue confirmados aumentaram 33% este ano, se comparado a 2013, de 4,226 mil subiu para 5,621 mil. Já em Petrolina este índice também aumentou, de janeiro até outubro, 606 pessoas tiveram dengue, já no ano passado foram 46 casos. "Seguindo a tendência de todo o estado, a gente acredita que seja pela reintrodução de outros vírus na região, o que aumenta o número de pessoas expostas, pode ter sido um dos motivos para esse aumento no número de casos com relação ao ano passado", explicou o gerente endemias, Jailson Araújo.
O gerente de endemias diz que várias ações de combate ao mosquito estão sendo realizadas. A orientação da Secretaria de Saúde é para que a população também faça a parte de prevenção, com gestos simples que ajudam a evitar a proliferação do mosquito aedes aegypti. As dicas mais importantes são evitar água parada, não usar areia ao invés de água nos vasos de plantas, manter a tampa da caixa d'água fechada, bem como cisternas ou reservatórios provisórios.
Salgueiro pós-epidemia
Em Salgueiro, depois de enfrentar no primeiro semestre desse ano uma epidemia da doença, o município montou uma força-tarefa para combater os focos do mosquito. Durante a ação, que contou com a parceria com outras secretarias do município, os agentes de saúde encontraram dificuldades. "As casas fechadas foi uma dificuldade para nós. E justamente nestas casas que foram encontrados vários focos", relatou a agente de saúde, Elizabete Nascimento.
Segundo a Secretaria de Saúde de Salgueiro, até o início de outubro, o município tinha registrado 1835 notificações de casos suspeitos de dengue. Mas nas últimas quatro semanas, foram apenas seis notificações.

0 comentários:

Postar um comentário

Sua opinião é importante, porém a responsabilidade desta é totalmente sua podendo haver réplica quando se fizer necessário.Obrigado.

 
 
 

MARCADORES

. (1) 00 PARA ACS E ACE (1) 1.090 (1) Aedes aegypti e a sua piscina. (1) Alerta sobre a dengue. (11) Aline morreu de dengue. (1) Aos vereadores do Recife. (1) Arbovírus (1) Caramujos (1) carros abandonados na rua. (1) casos de denúncias (1) Chicungunha (1) Combate à dengue (196) Como eliminar... (12) concurso público (4) Conferência do Recife (2) Conjuntivite (1) convocação do sindicato (1) dengue e a homoterapia (3) dengue e a medicina (3) Dengue e Chikungunya (7) Dengue e Chikungunya e Zika (3) Dengue e Ciência (5) dengue e leptospirose. (1) Dengue e o Sindicato (1) dengue e tecnologia (2) Dengue em estado de epidemia. (1) dengue em recém-nascido (1) Dengue no sertão (2) Denúncias (4) Dicas de segurança (1) Educação e Saúde. (1) Efetivação de asaces e acss (1) Epidemia de Dengue (5) epidemiológia (2) Estado de abandono (1) Estatuto do Servidor. (1) febre amarela (1) Focos em terrenos baldios. (1) Focos perigosos de Dengue. (1) Gripes (1) Larvicidas (3) Legislações (4) leis (1) Levantamento de Índice Rápido.(LIRAa) (1) mapeamento de ruas (1) maximizar no combate a Dengue. (2) meio ambiente (2) Microcefalia (3) Nomeação (1) Novos Vírus (1) Oswaldo Cruz (1) Outras Endemias (12) Outras endemias. (1) PAGAMENTO DOS ACS E ACE. (1) piso nacional para agentes de saúde (1) PLANO DE CARGOS (1) Politica (10) Politica e Saúde. (70) PQA VS (1) Pragas Urbanas. (2) Prefeitura mantém a proposta de 4% (1) REPELENTE. (3) Resultado da DENGUE no estados (1) Risco de morte (1) Roedores (1) SALÁRIO (1) SALÁRIOS DE R$:1.090 (1) Saúde Pública (13) Servidores da PCR não aceitam 4% (1) Tecnologia no combate à Dengue. (8) UBV-Recife (1) Utilidade Pública (2) Vacinas (3) Vacinas. (1) Verdades e Mentiras (1) Vigilância Ambiental (4) Vigilância Sanitária (1) Viroses (3)

Arquivos

Sérgio Roberto. Tecnologia do Blogger.